Foi reporter nas rádios Progresso, Difusora, Palmares, Jornal de Alagoas e Jornal de Hoje
Capa
Publicidade
Publicidade
DESTAQUE
Postado em 21/01/2022
TEOTÔNIO SENADOR VESTINDO UMA NOVA CAMISA DE VOLTA AO VOTO
Por José Elias
0
Postado em 21/01/2022
PESQUISA ENTRE DEPUTADOS PARA AVALIAR VOTO DE GOVERNADOR E SENADOR
Por José Elias
0
Postado em 21/01/2022
ARTHUR AGUARDA DEFINIÇÃO DE RENAN PARA BOTAR TIME NA RUA
Por José Elias
0
Postado em 19/01/2022
RUI PALMEIRA COM ARTHUR LIRA ADMITE SER GOVERNADOR OU SENADOR
Por José Elias
0
Postado em 19/01/2022
PAI DE SANTO PEDIU PRA PENSAR SE RENAN FILHO FICA OU SAI
Por José Elias
0
Postado em 19/01/2022
VICTOR, DANTAS E NONÔ MISTURANDO COMIDA COM VOTO NA PONTA VERDE
Por José Elias
0
Publicidade
OPINIÃO
Postado em 22/01/2022

ESQUERDA SOME, OPORTUNISTAS BOTAM A CARA, MAS HISTÓRIA NEGA

Jorge Omena, de Bebedouro, levantoui a voz na Câmara, e Rubens Canuto na Assembleia Legislativa

   A esquerda de Cuba, Rússia e Albânia já viveu momentos de glória em Alagoas, mobilizando multidões. A ditadura, além de perseguir e exportar lideranças, produziu revolta no sentimento da sociedade, que nunca concordou com suas ações impostas de dentro pra fora.
     O deputado José Costa, desconhecido pela massa, era o grande defensor dos chamados comunistas. Qualquer movimento militar, ele comunicava a Denis Agra, Regis Cavalcante e Anivaldo Miranda para não darem bobeira nas reuniões clandestinas em Maceió.
     Com discursos contrários ao regime muitos, que depois se juntaram aos “revolucionários” , passaram para o outro lado. Distantes dos comícios relâmpagos, sumiram do mapa, instalaram-se em gabinetes luxuosos e hoje querem contar uma história longe do roteiro original.
    O primeiro a levantar a voz contra as arbitrariedades de Brasília na Câmara foi o vereador Jorge Omena, de Bebedouro e, na Assembleia, deputado Rubens Canuto. Na sequência, a missão continuou com Freitas Neto, EdbertoTicianelli, Enio Lins. Paulão, Judson Cabral, Thomáz Beltrão.

 

Publicidade
Publicidade